BrOffice.org: Tabelas Pivôs com outro nome

Por Bruce Byfield (2007-07-31 11:31)

O Assistente de Dados é o equivalente no BrOffice.org ao que o MS Excel e outras planilhas eletrônicas chamam de tabelas pivô (pivot tables). Sob qualquer nome, eles são uma ferramentas para extração e sumarização de conteúdo contido nas células de uma planilha de uma maneira conveniente. Usando um Assistente de Dados, você pode imediatamente ver relacionamentos entre várias informações que poderiam ser difíceis, senão impossíveis, de serem encontradas usando fórmulas, e tediosos de serem extraídos manualmente. Portanto, um Assistente de Dados lhe dá uma parte do poder de um banco de dados sem precisar realmente sair da planilhas. Não surpreende, portanto, que algo em torno de metade dos usuários de planilhas eletrônicas utilizem Assistente de Dados ou tabelas pivôs.

Para entender a utilidade do Assistente de Dados, imagine que você seja um fabricante de tocadores de arquivos Ogg Vorbis vendendo-os no mercado norte americano. Seu produto vem em duas cores, bege e preto, e com tamanhos de 80, 150 e 300 megabytes cada, vendidos em conjuntos. Para cada venda, você registra o total de conjuntos vendidos e o preço total. Em uma planilha, os seus dados pareceriam-se com algo como abaixo:

Country Color Size Quantity Price
Canada Beige 80 1 $500.00
USA Black 150 5 $5000.00
Mexico Beige 80 1 $500.00
Mexico Beige 80 2 $1000.00
US Black 150 3 $3000.00
US Beige 300 2 $4000.00
US Beige 300 7 $14,000.00
Canada Black 300 4 $8000.00
Total $36,000.00
Note que todas as colunas possuí rótulos. Esses rótulos são um pré-requisito para trabalhar-se com Assistentes de Dados.

Quando você for analizar esses dados, você pode querer saber as respostas para perguntas como “quantas unidades de cada cor foram vendidas” ou “quantas unidades foram vendidas em cada país“. Você pode obter essas informações usando filtros e fórmulas, mas criar um Assistentes de Dados é muito mais rápido.

Por exemplo, para achar rapidamente quantos conjuntos foram vendidos por país, você poderia criar o seguinte Assistentes de Dados:

Filter
Country -all-
Quantity
1 $1,000.00
2 $5000.00
3 $3000.00
4 $8000.00
5 $5000.00
7 $14,000.00

Vendas para todos os países são apresentadas por padrão. Porém, se você usar o filtro no alto do Assistentes de Dados, você poderâ ver as vendas apenas para o Canadá:
Filter
Country  Canada
Quantity
1 $500.00
4 $8000.00
As células cinzas em cada Assistentes de Dados representam os filtros que você pode usar para o modificar. Clicando em um desses filtros, você pode mudar a informação apresentada no Assistentes de Dados.

Adicionalmente, você pode arrastar os outros filtros para novas posições de modo a modificar como a informação é apresentada. Por exemplo, se você arrastar o filtro Country para a direita da coluna Quantity no Assistentes de Dados existente, ele irá apresentar agora a quantidade vendida separada por país, com as primeiras linhas como o exemplo abaixo:

Filter
Quantity Country
1 Canada $500.00
Mexico $500.00
2 Mexico $1000.00
US $4,000.00

Como você pode perceber, um Assistentes de Dados é uma forma ideal de obter-se novas perspectivas dos dados com o mínimo de esforço.

Criando um Assistentes de Dados

Para começar a criar um Assistentes de Dados, selecione a faixa de células que você deseja que seja a fonte dos dados, então selecione Dados | Assistente de Dados | Iniciar para abrir a caixa de diálogo do Assistentes de Dados. Alternativamente, escolha o mesmo item do menu, então selecione uma fonte de dados que você já registrou no BrOffice.org usando Arquivo | Novo | Banco de Dados e uma faixa de dados da mesma.

A janela do Assistentes de Dados lhe dá um diagrama do Assistentes de Dados que você está criando e uma lista de colunas da fonte de dados. Para criar o layout geral da fonte de dados, tudo o que você tem que fazer é arrastar o nome da coluna para os espaços Coluna ou Linha, e então eles se tornarão a primeira célula de uma linha ou coluna conforme o indicado (no Assistentes de Dados mostrado anteriormente, Quantity foi escolhida como coluna, e nenhuma linha foi escolhida). De maneira similar, se você arrastar uma coluna para o campo de Dados, ele irá se tornar os dados no Assistentes de Dados (no primeiro exemplo acima, o campo Price). A única escolha que pode causar confusão é o campo de Página, que é na realidade apenas o filtro desejado para alterações no conteúdo do Assistente de Dados em tempo real (no primeiro exemplo, o campo Country). Se você fizer algo errado, você pode arrastar a coluna de volta para a lista de colunas da direita.

Uma vez que você tenha feito a configuração básica, você pode também escolher qual será a função a ser usada pelo Assistentes de Dados. Nos exemplos anteriores, foi usada simplesmente a função padrão Soma, o que na maioria dos casos será tudo o que você irá precisar. Porém, você pode também utilizar outras dez funções padrão: Contagem, Média, Máx., Min., Produto, Contar (Somente Números), DesvPad (exemplo), DesvPad (População), Var (exemplo) e VarP (população). Se preciar, você poderá encontrar detalhes sobre o que cada uma dessas funções faz na documentação online do BrOffice.org.

Por padrão, o Assistentes de Dados é criado imediatamente embaixo da faixa de dados na qual ele se baseia. Porém, se você selecionar o botão Mais na caixa de díalogo, você podera definir as células ou a planilha na qual ele será criado. Você também pode definir opções adicionais, como ignorar linhas vazias. porém, para a maioria dos casos você pode simplesmente ignorar essas opções, principalmente se você está começando a trabalhar com Assistentes de Dados, pois em geral os padrões serão satisfatórios.

Após criar o Assistentes de Dados, selecionar partes dele irá ativar a opção Dados | Assistentes de Dados | Atualizar, se você precisar atualizá-lo devido a alterações na informação original. O mesmo submenu contêm um item Excluir que você poderá usar quando não precisar mais do Assistentes de Dados.

Conclusão

Aprender a trabalhar com Assistentes de Dados leva algum tempo. Novos usuários devem entender que são as colunas, e não as linhas, que deveriam conter rótulos. Eles também deveriam controlar quais colunas contêm dados e quais não: se essas colunas não forem levadas para o campo de Dados na caixa de diálogo, os resultados não irão fazer sentido. Porém, para muitas pessoas, será apenas questão de algumas tentativas para dominar-se os básicos dos Assistentes de Dados.

Não demorará muito tempo para que você enxergue seus dados de formas que você nunca imaginou antes. Após isso, o que você irá fazer com os Assistentes de Dados será limitado apenas pela sua imaginação.
Bruce Byfield é um jornalista da área de informática que escreve para a Datamation, Linux.com e Linux Journal.

Powered by ScribeFire.

Sobre Fábio Emilio Costa
Linux, Free Software, EMACS, Rugby, Indycar, Doctor Who, Harry Potter... Yep, this is me!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s